Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Shi

1910, 5 de outubro

Shi, 05.10.17

5 de Outubro de 1910, não consigo deixar passar esta data em branco e este ano, não é excepção. Desta vez, partilho convosco um excerto do diário da Rainha D.Amélia que pode ser encontrado na Torre do Tombo, em Lisboa, ou numa edição da Leya com o nome “As memórias secretas da Rainha D.Amélia”. Este diário foi doado pela casa de Bragança ao governo português, após a morte da rainha, e depois recuperado nos aposentos de Salazar após o 25 de Abril. 

Antes do diário, deixo-vos aqui esta relíquia que também pode ser vista na Torre do Tombo. 

 

PT-TT-SNI-ARQF-RP-003-31840_derivada.jpg

 

“‘D.Maria Pia acrescentou, raivoso como um chacal, eu desculpava este povo que também era meu, assim o ensinaram a sobreviver, nunca o dinheiro vindo dos banqueiros europeus lhe tocou, dispersou-se entre as cliques dos partidos, a elite dos patrões cominados com os políticos porosos como melancias, melancias podres… os deputados e dos pares do reino e da puta que os pariu, todos em casa a tremer a rabeira, abandonam o rei à sua sorte, os que tinham pouco querem mais, são os que nos expulsam, às duas rainhas de Portugal, não os que nada têm, esses são (…) o povo, que enche os comícios, marcha nas manifestações e morre na rua pelos poderosos de cada momento, os que já têm querem mais, já têm dinheiro, fortuna, capital, prestígio, ambicionam agora o poder e a nobreza do cargo, são os republicanos (…)”

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.