Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Shi

Fav Spots #1

Shi, 08.07.16

Na passada terça-feira combinamos um daqueles cafézinhos de amigos adultos e, como em Sintra faz pouco vento (pouquíssimo ui) encontrar um sítio perfeito é sempre uma tarefa complicada. Quanto mais pensávamos, menos ideias tinhamos de onde ir e, como todos os caminhos vão dar a Sintra, lá fomos para a vila. Ainda na indecisão entre as esplanadas à frente do palácio e a da Piriquita, começamos a subir rumo à ultima e eis que numa das ruas secundárias encontrámos este cantinho que pertence ao museu Klaus Ohnsmann. 

IMG_4424

 

 

 

 

Gatinhos gigantes

Shi, 08.07.16

Sem Título  1

 

Depois de uma série de acontecimentos ligados à morte de animais por culpa humana senti a necessidade de me expressar em relação a isso. Não só porque acho que os animais são melhores que muitas pessoas mas também porque não sou da opinião de que um leão por ser um leão vai nos comer, e um pitt por ser um pitt vai atacar. E não venham com a justificação de que é a essência deles porque acho que não é assim tão literal. Não creio que colocar etiquetas nos animais seja a melhor maneira de viver e conviver com eles. Um cão não pode ser considerado perigoso quando ainda é um feto, nem deve deixar de ter o direito a reproduzir-se só porque alguém o diz. Ok, já sei o que estão a pensar "esta não deve saber que eles têm mais tendência para a agressividade que os outros", EU SEI, e que as suas mandíbulas também têm mais força do comparando com outras raças , mas não pode ser razão para toda esta discriminação. Mas para mim isso não passa tudo de teoria, porque na prática não é isso que vejo. Eu vejo os animais como crianças indefesas e que construem o que são, tendo em conta o ambiente que os rodeia. E como meia palavra basta, "pai impertinente, filho desobediente". Para além de que então um animal morde e é abatido no segundo a seguir, e um homem mata e leva meses a ser condenado (quando é) e às vezes só vai passar umas férias atrás das grades? Na minha cabeça não faz muito sentido. Já para não falar na típica defesa usada a favor dos homicidas de não estarem bem psicologicamente, que eu acredito que por vezes corresponda à verdade. Para mim, nenhum animal devia ser etiquetado como 'perigoso' porque tal como tudo na vida há excepções e não é justo colocarmos tudo no mesmo saco. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Mais vale tarde do que nunca

Shi, 08.07.16

Sem Título  mm

 

O porquê de criar o blog? Simplesmente porque preciso de escrever o que me apetece. Farto-me de falar sobre as coisas e já há algum tempo que sentia necessidade de escrever sobre elas. E também porque tenho uma amiga super amorosa que passou os 3 anos da faculdade a relembrar-me das vantagens de ter um. 

E agora why? Também muito simples, acabei a faculdade e preciso de um estágio, aliás de um trabalho mas vamos começar por pedir pouco não é? E estou um bocadinho farta de julgarem o livro pela capa. Ou seja, verem os curriculos e nem se quer chamarem para uma entrevista. Ok que eu não estou ótima na foto do pass mas também não precisam de discriminar assim. Penso que seja isso porque em termos de universidade, tive muita sorte em ter andado numa das melhores do país. Marrei que me fartei e ainda trabalhei ao mesmo tempo e, agora que acabei estou um pouco à deriva neste mar que é o dos recém licenciados desempregados. Como para conseguir um trabalho é preciso experiência, e a experiência adquire-se com o trabalho vou passar a ver o blog como isso mesmo: um trabalho. Mais soft e mais à minha maneira claro. 

O que vão encontrar? Um pouco do que sou. Vou falar-vos de tudo um pouco. Tanto de locais onde vou como de situações da atualidade e, sem esquecer história. Como desde cedo tive queda para história e fui aprendendo sozinha porque sou uma 'papa-livros', tornei-me uma amante de história , principalmente a de Portugal mas morro de amores por Sintra e por tudo o que esta vila envolve. Neste blog espero conseguir fazer-vos apaixonar não só pelo ambiente único mas também um pouco da história que está por trás de um dos lugares mais mágicos do mundo. Basicamente vou falar sobre o que me apetecer, o que me interessa e as coisas com que mais me identifico.

E quem sou eu? Como já devem ter percebido o meu nome é Tânia e sou uma das muitas recém licenciadas em comunicação social que tem demasiadas coisas que quer partilhar e para já este é o meu meio de o fazer. Tenho espirito crítico, às vezes até demais e na estrada uso demasiado a buzina. Não sei viver sem partilhar a vida com os melhores amigos do homem: os animais. Sou demasiado poupada (há coisas em que não dá) e adoro descontos. Não escrevo com o novo acordo ortográfico porque isto é apenas a minha página pessoal. E se escrevo o que me apetece também tenho o direito em escrever da forma que quero. Respeito ,logcamente. e no dia em que o tiver de aplicar será uma tarefa bem sucedida. 

Porquoi Shi? Quase que fiz um referendo para encontrar o nome perfeito. Mas pronto a perfeição não existe, eu tenho pouca imaginação e as minhas amigas apesar do esforço fartam-se de trabalhar. Portanto Shi é a abreviatura da minha gata Shiva mas nem é por isso na verdade. Foi mais por brincar com a questão do 'she'(ela em inglês) e substituir o 'e' por 'i' para que resultasse no she has information. Depois fui pesquisar e descobri que shi é uma palavra de origem coreana e significa fé e confiança.Mas ,basicamente,foi um bocado à toa.